sábado, 31 de dezembro de 2016

Tudo a entrar com o pé direito

Se forem disléxicos como eu é certificarem-se de que sabem de antemão qual é o pé direito! 'Bora lá, que 2017 é para ser um ano daqueles mesmo, mesmo bons. Sim? :) Não estou numa de balanços nem de resoluções, só quero que o ano que chega mais logo seja justo e simpático. E vou fazer por isso.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

4 anos de Maisie

O meu amor canino faz hoje 4 anos. E desde os 2 meses (e 2kg) que faz parte da minha vida. Quando ainda era um pequeno ursinho cheio de medo de tudo e de todos. Agora, com quase 40kg, a Maisie é só a coisinha mais fofinha de sempre. A melhor companheira, o bichinho mais lindo. Parabéns querida Maisie, pelos 4 aninhos. E faz favor de fazeres pelo menos mais 40.

Já que a Zara é uma chata...

Venha a Mango! Provavelmente a minha loja preferida dos últimos tempos. Ora vejam lá se isto não são pecinhas como deve ser, com saldos simpáticos (algumas, vá) e sem estarem esgotadas em todos os números.

aqui

Como ficou a ultimate wishlist com este Natal

Ora bem, eu mostrei-vos aqui e aqui a minha "ultimate wishlist", que era bem simpática e incluía apenas 8 itens. E vocês querem muito saber como ficou e se já tenho tudo e tal, não é verdade? Bem, tudo tudo não tenho, claro. Mas entre prendinhas e algumas coisas que comprei, devo dizer que ficou bem compostinha. Já tenho 4 dos itens: o relógio (tão lindo!!), a caixinha despertador da Oysho (mega fofinha, comprei antes do Natal) e os DVDs do Star Wars (que contam como dois e comprámos lá para casa também antes do Natal). Quanto aos anéis da Pandora, devo dizer que recebi um ainda mais giro, por isso considero também esses itens riscados da lista — tinha partilhado dois, mas este é perfeito, por isso por enquanto está arrumado o assunto "anéis da Pandora". Falta-me apenas comprar o perfume, que é o meu preferido de todos os tempos e já me está a fazer falta e o blusão que está super esgotado e por isso ando em busca de outra opção.


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Super chateada com os saldos

E especialmente com a Zara. Todas as coisas que ponderei comprar até agora estão esgotadas. T-O-D-A-S. Nem eram muitas, mas todas estão super esgotada. Até coisas que não estão em saldos! Por isso, acho que vou ignorar os saldos como gente grande e amuar como gente pequena.

Um dia eu paro de comprar ténis

Mas podiam primeiro parar de fazer modelos tão giros, não? Raios.

{Ainda por cima com 30% de desconto!}



Planos para 2017

Não fazer nenhuma lista de resoluções de ano novo e simplesmente viver um dia de cada vez.

"Life happens when you're busy making plans."

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

S.

Este blogue tem mais de dois anos e acabei de perceber que não tem nem um post sobre ela. Não que seja preciso, que não é, mas ela faz parte da minha vida há tanto, tanto tempo, que faz sentido escrever sobre ela. Já o fiz várias vezes ao longo da nossa vida, escrevi-lhe incontáveis cartas e bilhetinhos, nas aulas, nos aniversários, no Natal e quando enviávamos postais uma à outra quando íamos de férias. A Sara é a minha melhor amiga desde sempre — conhecemo-nos no infantário (berçário?), por volta dos 9 meses. Desde então estivemos sempre juntas, fomos da mesma turma do 1º ao 11º ano. Seguimos caminhos diferentes quando fomos para a faculdade aos 17 anos, mas por acaso escolhemos umas que ficavam a 5 minutos uma da outra e almoçávamos muitas vezes juntas. Crescemos juntas, literalmente. Ela até ao seu 1.80m, eu até ao alto dos meus míseros 1.65m. Fomos sempre, sempre amigas. As melhores amigas. Vivemos sempre na mesma vila e víamo-nos todos os dias. Agora vivemos a cerca de 30km uma da outra, mas continuamos a fazer de tudo para nos vermos muitas vezes. Falamos constantemente e ela é a primeira pessoa de que me lembro quando tenho algo para contar. Sei que posso sempre contar com ela, confiar nela e sei que ela vai fazer de tudo para me ajudar e apoiar. Mesmo que saiba tanto como eu, que tenha tantas inseguranças como eu e tanto medo como eu. Mas ela está sempre lá para mim. E eu para ela. As pessoas dizem que os amigos para a vida aparecem na faculdade, os meus apareceram logo na infância. Há uns anos podia ter dúvidas se continuaríamos a ser amigas em adultas ou se iríamos seguir caminhos demasiado diferentes para se tocarem. Agora posso ter ainda mais dúvidas em relação à vida, mas sei que ela não faz parte delas. Ela é para a vida. A minha melhor amiga desde sempre e para sempre. Love you S.

E muitos parabéns! Este será sempre o teu dia.


'Bora lá desintoxicar

Eu não sou de comer muito, não adoro comer e isso leva a que não coma grande coisa. Por isso, mesmo que neste Natal não tenha comido por aí além, comi mais do que o normal. Mais doces, mais lactose (sou meio intolerante, nunca percebi bem), mais porcarias no geral. E se isto tivesse só começado no Natal estava eu bem, mas não. Começou em Paris, onde só comi porcarias (detestei a comida de lá), fui ao Mc Donald's demasiadas vezes, comi nutella com fartura e montes de outras porcarias. Enfim, foram 5 dias de total descontrolo. Depois foi a minha festa de anos e logo a seguir o Natal. A juntar a tudo isto está o facto de ter ficado cerca de 2 semanas sem pôr os pés do ginásio, onde só voltei a semana passada. Mas agora estou a ir regularmente e estou apostada em encher-me de chá, frutas e sopas. É esperar que o ano novo seja uma grande seca em termos de comida e que os "restos" que tenho lá em casa acabem antes de 2019.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

No meu iPod #118


Soube da triste notícia no dia 25 à noite, praticamente no mesmo momento em que todo o mundo soube. Estava em casa, depois de dois dias tão bons de Natal, passados em família. Não sou propriamente da geração George Michael, mas as memórias que tenho dele são bem antigas. Lembro-me da primeira edição dos Ídolos, tinha eu 12 anos, e de ficar vidrada com o "Wake me up before you go go", que cantava a toda a hora. Depois "conheci-o" realmente no SingStar, onde vi pela primeira vez o vídeo de "Faith" — uma música que estava sempre a cantar naquele jogo que ocupou parte da minha infância e adolescência. Depois há o "Last Christmas" claro, uma das melhores canções de Natal e que irei ouvir para sempre, mas com um sentimento diferente depois deste Natal.

Radar: blusão

Ando à procura de um blusão que me encha as medidas. Estava de olho neste que partilhei convosco, só que achei que podia esperar pelos saldos e enganei-me! Está esgotadíssimo. Raios. Por isso agora continua a saga da procura por um blusão como deve ser e que não pareça de plástico. Já tenho um da Zara que adoro, mas é óptimo para a Primavera, agora queria um mais quentinho. O problema é que não quero nem por nada comprar um em pele, a sério, não vai dar. Ainda ponderei, principalmente pela qualidade, mas esqueçam, assim que vi a composição tirei logo a ideia da minha cabeça. Prefiro mil vezes comprar um que não dure muito, mas ter a consciência tranquila — e acho mesmo que não ia ser capaz de o usar. Não sou hipócrita, sei que há muita coisa que uso e como que contradizem isto, mas pronto, um passo de cada vez. E com isto não me sinto mesmo nada confortável. Por isso, aceitam-se sugestões de blusões giros, em preto de preferência e nada de peles. Eu gosto daqueles com aplicações ou bordados, mas não está fácil!

Por enquanto estão apenas estes em cima da mesa, com uma pequena inclinação para este da Mango.

aqui

Instantâneas #16

O Natal foi óptimo, como é quase sempre, aliás. Adoro passar os dois dias no quentinho, sossegadinha, entre família. Este foi menos parado e mais de um lado para o outro, mas mesmo assim foi muito bom. As prendas são o menos importante (de verdade!), mas posso dizer-vos que ainda recebi algumas coisinhas que queria muito e outras tão boas que não estava nada à espera. O relógio mais lindo de sempre veio e eu não fazia mesmo ideia e também um anel tão lindo da Pandora — ainda mais do que aqueles que partilhei aqui. Recebi mais umas coisinhas, depois hei-de mostrar. Fiquem com as fotos em modo Instagram dos últimos dias.


domingo, 25 de dezembro de 2016

Passatempo Oficina do Achado — o(a) vencedor(a)

Então pessoas, esse Natal está a ser bom? O meu está a ser óptimo, com prendinhas bem boas que depois tratarei de mostrar. Mas hoje quero mesmo é anunciar quem venceu o passatempo Oficina do Achado, que vai levar para casa um jogo dos saquinhos! Vamos a isso então: o(a) vencedor(a) foi...


Feliz Natal!

Espero que estejam a ter um dia muito, muito feliz e um Natal perfeito :)


{Mais logo anuncio o(a) vencedor(a) do passatempo Oficina do Achado.}

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Férias natalícias

Tudo o que precisava neste momento.

Se não voltar a aparecer por aqui até lá: desejo-vos um muito feliz Natal :)

Acompanhem-me pelo Instagram e Facebook.

The ultimate wishlist — um pequeno acrescento

Não sei bem onde se compra, mas é capaz de haver numa qualquer ourivesaria. É tão lindinho!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

The ultimate wishlist

Decidi juntar os meus desejos (aqueles que se podem comprar) todos num só post. Não são muitos, sou mesmo aquela pessoa que nunca sabe responder quando lhe perguntam "o que queres que te ofereça?". Porque não, não preciso mesmo de nada — pelo menos que se possa comprar. Mas estas são algumas coisinhas que, se não me oferecerem, eu acabarei por comprar na mesma, mais cedo ou mais tarde. Por isso parece-me uma wishlist perfeita para partilhar convosco.


Caixa e meias Oysho aqui
Anéis Pandora aqui e aqui
Perfume Escada Magnetism aqui
DVDs Star Wars aqui e aqui
Blusão Zara aqui

Inspiration: for festive days

Como gostei tanto deste vestido amarelo que partilhei convosco, decidi fazer uma sugestão de look com ele! Não incluí casaco porque é um look de festa, logo não devem precisar. Mas não me parece difícil incluir um — bege ou castanho ficará bem.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

O Instagram em 2016


Parece que estas foram as melhores fotos de 2016 pelo Instagram. Noto uma "pequena" preferência pelas fotos de Paris e da Maisie. Mas não é de estranhar, foram mesmo duas das melhores coisas de 2016 :)

Já que estamos numa de presentes de última hora

Quero vir de mansinho puxar a brasa à "minha" sardinha. Admito sem problemas que não conhecia esta marca antes de começar a ter uma espécie de parceria com eles. A Daniel Wellington contactou-me já há mais de um ano para me mostrar os relógios mais fofinhos. Já conto com três na minha colecção (o último chegou como prenda de anos) e adoro todos. A qualidade é inquestionável, são simples, bonitos e há para todos os gostos, para homem e mulher. Por isso, achei por bem vir mostrar-vos os meus preferidos e dar-vos mais uma sugestão de prenda de Natal — hoje é o último dia para encomendarem e receberem a tempo do dia 25. E também tenho uma prenda para vocês: 15% de desconto com o código "MEUSDIAS".

aqui

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Ausência

Há alturas e situações que nos fogem completamente ao controlo e nos levam a querer desligar completamente. Nem sempre podemos fazê-lo, mas ainda há algumas coisas que controlamos e que nos permitem desligar a ficha. É o caso deste blog. Não me faz muito sentido neste momento escrever aqui ou partilhar o que quer que seja. A vida meteu-se no caminho. E agora preciso de desligar. Mesmo que seja só por uns dias. Já volto.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

O que vestir nos dias festivos?

Eu com o meu mau feitio no auge dir-vos-ia: o que vos apetecer ora! Mas pronto, vamos tentar entrar no espírito e dizer que também eu sou daquelas pessoas que adora vestir uma roupinha mais especial nos dias festivos. Mas às vezes não estou mesmo nada com vontade. A minha festa de anos é neste Sábado e posso dizer-vos que me apetece mesmo é ficar de pijama quentinho e pantufas. Mas pronto, lá tenho uma camisola fofinha para vestir e umas calças — eu que sempre usei vestidos ou saias especialmente compradas para o dia. É capaz de ser da idade. Mas adiante. Como acho mesmo que não há nada como um vestidinho para fazer o dia, aqui ficam algumas sugestões para se inspirarem! Vou tentar fazer também umas combinações com acessórios e tal para vos mostrar.

{Este vestido amarelo é tão fofinho! E está com desconto...}

Passatempo Oficina do Achado

Habemus novo passatempo! Ieeeeei. Ora então e o que tenho (temos) para oferecer? Um jogo do antigamente adaptado aos dias de hoje. É verdade. Com a ajuda da minha irmã, a Raquel do The Brunette's Tofu e da Lúcia da Oficina do Achado vamos tornar o Natal de um(a) sortudo(a) desse lado ainda mais bonito.

A Oficina do Achado é um projeto muuuito giro, criado para nos trazer versões coloridas dos jogos de antigamente. A ideia é dar a conhecer aos mais pequenos os jogos mais antigos e levar os adultos numa viagem nostálgica até à infância. Os jogos são feitos com materiais não tóxicos e 100% artesanais e vêm sempre acompanhados por um saco.

Nós temos para vos oferecer um jogo dos saquinhos, também conhecido por jogo das pedrinhas (disponível em várias cores e combinações).


As regras são muito simples, por isso toca a participar! O(a) vencedor(a) será escolhido(a) aleatoriamente através do Random.org.

Tudo o que têm de fazer é:
1. Colocar um gosto na página de Facebook da Oficina do Achado;
2. Colocar um gosto na página de Facebook do Entre os meus dias e do The Brunette's Tofu;
3. Preencher o formulário abaixo até à meia-noite do dia 24 de dezembro de 2016.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Sugestões várias para variadas pessoas #6

Já vomito prendas de Natal e ainda não tenho nem uma debaixo da árvore. Sim, eu sei que ganho o prémio de maior desnaturada de sempre, mas sou mesmo assim. Gosto mesmo é daquele stress na véspera de Natal em que já não se encontra nada de jeito (só que não...). Pronto, fica prometido que no próximo Domingo (Sábado há festa de anos lá em casa!) estou às 10 da manhã à porta do centro comercial mais próximo para despachar tudo em três tempos. Entretanto vou-vos dando uma ajudinha (a vocês e a mim), com estas sugestões todas! Nem tudo está perdido.


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Diz que ando a decorar a casa

A casa já está minimamente mobilada há algum tempo, mas eu sentia que faltava a decoração. Então fui começando, devagarinho. Naquilo que chamo de "work in progress". Talvez seja um trabalho que nunca chegará ao fim, mas não importa. O que interessa é que entro na sala e já me sinto mais aconchegada, entro no quarto e adoro as fotografias que cobrem a parede. Na entrada já temos uma rena a dar as boas-vindas. Na sala coloquei placas metálicas com frases e umas molduras, mas ainda quero colocar mais! As almofadas nos sofás também dão um ar bem mais querido. E no quarto fiz uma espécie de montagem com fotografias numa das paredes, mas ainda só tem pouquinhas. Ficam alguns destes pormenores.


Que continue a pendinchice #4

O meu aniversário já passou e recebi a melhor prenda de sempre :) Viagem a Paris e à Disney! Um sonho que já tinha há vários anos. Mas o Natal ainda vem a caminho e posso continuar a "pedir" coisinhas, certo? Claro que também se aceitam presentes atrasados de anos, isso nem se pergunta.

Pois que eu, infelizmente, ando muitas vezes com o portátil atrás e a minha mala para o carregar, apesar de ser muito fofinha, já está a precisar de reforma. Por isso, quando vi esta da Parfois fiquei logo a pensar "é isto!". É gira como tudo, prática e cabe perfeitamente o fofinho do Mac lá dentro. Já para não dizer que ainda por cima é baratinha.

No meu iPod #117



Esta é, sem dúvida, umas das músicas do Natal! Impossível ouvi-la sem começar a cantar bem alto :D

{Bom dia.}

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Paris #1

Ora bem, nem sei por onde começar! Estivemos em Paris cerca de 4 dias e meio — de 8 a 12 de dezembro. E foi maravilhoso. Claro que nem tudo foi perfeito (estava um frio de rachar, as pessoas são umas antipáticas de primeira, etc.), mas no geral foi uma viagem mesmo muito boa. Neste post vou começar por partilhar as fotos que fui mostrando no Instagram, visto que ainda não tive tempo para passar as outras e na verdade não tirei assim tantas com a máquina. Foi uma viagem em que andámos mesmo muito, raramente apanhámos o metro e só andámos de comboio para a Disney e de Táxi para o Aeroporto. Eu sabia que tinha andado muito, porque nunca parámos quietos e porque as dores nas pernas, pés e costas não me deixavam mentir, mas o iPhone tem uma aplicação que me diz quanto andei por dia e fiz as contas do total: foram 89,8km. Só para terem uma pequena noção, num dos dias andámos 22,2km! Nossa senhora. Quanto ao hotel, ficámos num 3* na zona de Bastille e, tendo em conta a relação qualidade-preço, fiquei bastante satisfeita. O quarto era acolhedor, quentinho e os funcionários eram simpáticos e prestáveis (praticamente as únicas pessoas simpáticas que encontrámos). A localização, não sendo perfeita, era bastante simpática, porque andávamos uns minutos e estávamos ao pé do Sena. Vimos muita, muita coisa, mas não visitámos propriamente tudo. Principalmente porque não quisemos, não nos apetecia ficar nas filas uma eternidade e não achámos que valesse a pena pagar tanto na maior parte das vezes só para subir umas escadas. Mas fomos à Disneyland no dia dos meus anos (dia 10) e foi tão, tão giro! Voltava já.

Num próximo post conto mais coisinhas, agora fiquem com algumas fotos — ainda em modo Instagram :)

Feliz em Paris :D

Sugestões várias para variadas pessoas #5

Enquanto tento arranjar tempo para vos falar como deve ser da minha viagem a Paris, do meu dia de anos e todas essas coisinhas, aqui ficam mais umas sugestões para este Natal! Para mim pode vir quase tudo, mas principalmente este colar tão giro.

De volta ao trabalho

E com uma ligeira depressão pós-férias. Assim que tiver dois segundos livres já partilho como foi a viagem a Paris!

sábado, 10 de dezembro de 2016

26 anos

Se tudo correr bem estarei neste momento em Paris, uma cidade que já queria conhecer há tanto tempo, a celebrar mais um aniversário. O primeiro longe de casa, o primeiro fora do país, a fazer uma viagem, com um frio de rachar, mas com o coração muito quentinho. Os meus 25 anos foram tão cheios. Cheios de coisas novas, mudanças e adaptações. Mudou tanto nos últimos meses que é difícil nomear. E agora começa uma nova viagem: os 26 anos. Ficar cada vez mais perto dos 30 e mais longe dos 20. Faz parte. Venham daí esses parabéns :) Eu até mereço!


{Post agendado para o dia 10 de dezembro, às 9h50, a hora a que nasci.}

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Decoração natalícia

É Natal! The most wonderful time of the year :)

Bolinhas vermelhas do Gato Preto, as douradas são da Zara Home

No meu iPod #116


You should know you're beautiful just the way you are
And you don't have to change a thing
The world could change its heart

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Sugestões várias para variadas pessoas #4

Tomem lá mais umas sugestões para toda a gente e mais alguma! O Natal está quase aí :)

{Sobre esta máquina tão fofinha aqui em baixo, dizer-vos que tenho uma igual em cor-de-rosa (tããão fofinha) que comprei há uns 2 anos e picos e adoro-a.}

Vamos lá

Conhecer Paris, um dos meus maiores sonhos :) Vou tentar ir dando notícias, mas não prometo nada! De qualquer forma, não esquecer que no dia 10 há alguém que faz anos (eu, eu!) :D

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Guilty pleasure

Acho que posso dizer que não tenho muitos guilty pleasures, principalmente no que toca a trash tv. Já tive a minha fase casa dos segredos (há muuuuitos anos) e programas desse género. Mas hoje em dia não vejo praticamente televisão e o que vejo acho que não se pode considerar "trash". Mas tenho esta pequena pancada pela Victoria's Secret e vejo todos os anos. Vi hoje (aqui) o deste ano e agora estou para aqui com a música do Bruno Mars na cabeça e a sentir-me um cachalote. Mas ao menos sou bastante inteligente (cof cof), valha-nos isso.


Que comece a pedinchice #4

Eu quero muito, muito este livro. Por isso, mesmo que ninguém mo ofereça eu sei que vou acabar por comprá-lo. É que eu sou mesmo muito fã do Ricardo, como vocês já sabem — toda a gente sabe :)

aqui

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Sugestões várias para variadas pessoas #3

Como é, já têm as prendinhas todas compradas? Eu não. Até porque para mim o Natal não é só prendas e compras e consumismo. De verdade. Para mim o Natal é tão mais do que isso. É a árvore de Natal feita a várias mãos, é passear pelas ruas só para ver as luzes, é estar com a família até bem tarde a fazer puzzles enquanto se ouve músicas de Natal, é ver os mesmos filmes na televisão e comer até não conseguir mais. É a lareira tão quentinha e animais por todo o lado — porque sim, também são família. Mas depois, claro, são os presentes, muitos, poucos, caros, baratos, à meia-noite, quando já estamos todos mais para lá do que para cá. Por isso, cá vão mais umas sugestões, para todos os gostos e feitios.


(Provavelmente) o texto mais bonito que já escrevi

Modéstia à parte, acho que já escrevi textos bastante bonitos ao longo da minha vida. E muitos estão neste blogue. Sim, a maioria são só textos normais, sobre coisas do dia-a-dia ou até um bocadinho parvos. Mas existem por aqui alguns de que me orgulho e que releio de vez em quando. É o caso deste, que hoje vos deixo aqui de novo. Um texto escrito a 3 de Maio de 2015, sobre a minha mãe.

——

Ela é a razão pela qual eu acredito no amor incondicional. É o meu maior apoio e a minha maior força. Foi graças a ela que tive uma infância muito feliz e cheia de coisas boas. Ela prova-me todos os dias que vale a pena estar aqui e que somos muito mais fortes do que pensamos. É por causa dela que sou sensível, preocupada e tão humana. Ela ensinou-me a apreciar cada pormenor, cada prendinha, cada jantar fora, cada peça de roupa. E é por culpa dela que me entusiasmo por tudo e por nada e aprecio cada paisagem como se fosse a primeira vez que a vejo. Aprendi com ela o amor por todos os seres vivos e pelo trabalho árduo, que o dinheiro custa muito a ganhar e que devemos esforçar-nos a 100% em tudo o que nos comprometemos. Que devemos respeitar toda a gente, mesmo que não nos tratem da mesma maneira. Que podemos e devemos ser brutas às vezes, sem no entanto deixarmos de gostar tanto. Foi a primeira a dizer para eu ir para Madrid, mas a primeira a querer que eu voltasse depressa. Ela é a razão pela qual adoro o Alentejo e a nossa enorme família. Eu sei sempre, sempre, sempre quando ela está a mentir. Posso estar do outro lado do mundo, mas falo com ela todos os dias, várias vezes por dia. Quando ela se chateia comigo fico sem chão. Ela é a maior parte da minha felicidade e também o meu maior medo. Não consigo imaginar um mundo sem ela, nem quero, porque sei que será um mundo onde não vou querer continuar a viver.

Post original aqui.

——

Também gosto muito, muito do texto sobre mim, tive a relê-lo e reparei que já precisa de umas actualizações :) A ver se trato disso.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Review #18: Braun Satin Air 7

Estou doida com isto! A sério. Esta é provavelmente a melhor descoberta que fiz este ano. Vamos lá a explicações. O meu cabelo é um chato: é grosso, cheio de jeitos, faz nós com muita facilidade e ainda por cima está enorme (porque quero). Então ando sempre à procura da última novidade, do produto mais fantástico para o domar. Esta escova acabou de entrar para o leque de "coisas sem as quais não posso viver". Comprei-a um bocadinho a medo e a pensar que ia acabar por ser só mais uma escova. Mas não é suposto ser. Esta é uma escova que liberta iões, o que faz com que acabe com a electricidade estática no nosso cabelo, deixando-o mais lisinho, macio e sem aqueles milhões de mini cabelinhos no ar. Cheguei a casa e experimentei-a logo. O resultado foi imediato, penteei um dos lados e reparei logo em diferenças em relação ao lado "despenteado". Mesmo muito mais macio, bem mais liso e nada de cabelos a esvoaçar. Depois penteei o resto e fiquei rendida. Que coisa magnífica! Estou mesmo fã. Já alguém conhecia ou utiliza?

Algumas notas:
- A escova funciona melhor em cabelo seco;
- Custa cerca de €30, eu comprei na Worten;
- Funciona a pilhas (já traz duas);
- Não ganho absolutamente nada por estar aqui a dizer que esta é a melhor coisinha do mundo (mas é).


Coisas inúteis que quero e preciso

Todos fazemos aquelas compras que sabemos que são totalmente inúteis, mas que nos dão um gozo enorme ter. Por exemplo, eu não preciso realmente de ter placas metálicas na parede da sala, mas adoro. Não preciso de mais um caderno ou uma caneta para a colecção, mas gosto muito. Não preciso mesmo de ter ímans no frigorífico, mas o que fazer? Isto para dizer que há sempre coisas inúteis que gostamos, não precisamos, mas queremos muito. Aqui ficam umas quantas que só provam que tenho uma *pequena* pancada pela Mr. Wonderful. Mas isso vocês já sabiam.

{São também óptimas opções para oferecer!}

Segunda-feira com sabor a sexta!

Amanhã entro de férias :D Não são muitos dias, mas se correr tudo bem haverá uma viagem pelo meio e o meu aniversário! Por isso sim, esta é uma segunda-feira com sabor a sexta.

{Bom dia.}

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Sugestões várias para variadas pessoas #2

Vamos a mais umas sugestões de presentes de Natal para toda a família e amigos! Eu continuo sem uma única prenda comprada :D Iei. Espero que gostem das sugestões. Pessoalmente acho a malinha da Parfois a coisa mais fofinha.


Ahhhhh, já os tenho!

Lembram-se deste post? Pois... já são meus! Tinha visto que chegavam às lojas no dia 1 (ontem), mas fiquei sempre a pensar: que lojas? Não conheço propriamente lojas da Puma e não sabia bem onde os procurar. Mas então lembrei-me de pesquisar e vi que havia online, só que... estavam esgotados! E na verdade eu preferia muito mais vê-los ao vivo e experimentar. Então fui à The Athlete's Foot e lá estavam eles na montra. Em preto e branco. Um bocadinho mais "brilhantes" do que estava à espera — como se fossem impermeáveis. E fui experimentar. Fiquei com mixed fellings, talvez porque não são nada vulgares, o laço é enorme, de cetim. Mas adorei. Agora é esperar que sejam super confortáveis e que se mantenham brancos durante mais de dois minutos :D


Look #115: in the woods

Não tenho tido nenhuma vontade de fotografar looks. Tenho várias peças novas que gostava de vos mostrar e tudo isso, mas pouquíssima vontade de sair quase de propósito para fotografar. Por isso, aqui estão umas fotografias bem "reais", tiradas em 5 minutos, num passeio pela serra de Sintra. Sei que não é o melhor, que podia ter tirados mais fotos, mais bonitas e com todos os pormenores que acho que fazem sentido mostrar. Mas simplesmente não era um desses dias. Espero que gostem na mesma :) De qualquer forma, acho que dá para ter uma ideia de como esta saia é tão fofinha e estes ténis também.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

É oficialmente Natal cá em casa

O Alfredo já está decorado :D E é tão lindo, tão tosco, tão nós! Depois mostro melhor toda a decoração natalícia que mora cá em casa.

Olá Dezembro

Começa hoje o mês mais bonito de todos.