sexta-feira, 31 de março de 2017

Está resolvido

A melhor forma de tirar alguma coisa da cabeça é... comprá-la! Desde que descobri o Parlux que ele não me sai da cabeça, por isso, e depois de muito procurar por essas internetes fora, acabei por dar com ele numa loja mesmo ao pé do trabalho e por um preço mais simpático. Pelos vistos está com desconto e custa 92€ sendo que ainda oferecem um conjunto de 5 escovas (sim, eu precisava mesmo de 5 escovas...). Fiquei a pensar nele durante algum tempo e lembrei-me de perguntar ao meu cabeleireiro e amigo Rafael se por ventura ele teria desconto nestas lojas de cabeleireiro. Ele disse-me que sim e, por isso, lá fui eu aproveitar. Mesmo assim não ficou super barato, mas já que é para investir numa coisa a sério, que venha ele. O Rafael disse-me, mesmo antes de eu mencionar qualquer marca, que se era para comprar um secador como deve ser tinha de ser um Parlux. E eu sou muito bem mandada :D Lá veio ele, lindo e cor-de-rosa, para ajudar a secar esta juba de leão. É bom que seja mesmo a melhor coisa de sempre. Veremos.

Vamos treinar?

Com o fim do mês, chega o à-vontade para comprar aquelas coisas que tanto precisamos. Eu já disse por aqui que a minha mais recente necessidade são calças de ginásio. Mas há tanta escolha que eu nem sei para que lado me virar. Vai uma ajudinha?

Estas não são propriamente as mais baratas, mas estão com desconto e diz-se por aí que têm muita qualidade.



quinta-feira, 30 de março de 2017

Opa, mas eu quero...

Eu sonho com o dia em que lavar o cabelo não é um pesadelo. Sonho com o dia em que demoro cerca de 5 minutos a secá-lo em vez de passar duas horas com o secador. Mas não, cortar o cabelo não é, por enquanto, uma opção. Por isso, basicamente eu sonhava com um secador espectacular que não estragasse o cabelo, mas o secasse em três tempos. Rápido, eficaz e — será pedir muito? — silencioso. E eis que ele apareceu! É verdade, parece que esta maravilha existe mesmo e eu encontrei-o. Chama-se Parlux e o modelo que me chamou à atenção e do qual ouvi falar maravilhas é o 385 Power Light. Existe em várias cores (todas fofinhas), mas eu gosto do douradinho. O problema é que custa uma pequena fortuna e não é propriamente fácil de encontrar. Só encontrei em lojas online e diz que o preço normal é, nada mais nada menos, que cerca de 190€. Mas há, por exemplo, aqui a 99€. Eu estou muito tentada a comprá-lo, mas acho um bocado caro para um secador. E depois se não é assim tão espectacular? E será que existem outros melhores e mais baratos? Ai tantas dúvidas!

Vocês conhecem alguma opção melhor? :)

Estrelas

Gosto de estrelas, apesar de nunca me ter apercebido até há pouco tempo. Foi só quando vi que tinha uma manta, um pijama, um casaco, umas calças, uma carteira e sei lá mais o quê, com estrelinhas. A partir daí apercebi-me desta minha fixação e, por isso, lembrei-me de ver o que mais há por aí com estrelas para vos mostrar :) Se gostarem tanto como eu, vão adorar algumas destas peças.

aqui

quarta-feira, 29 de março de 2017

Ver mal é uma seca

Desde os meus 12 anos que sei que tenho miopia — é provável que já tivesse antes, mas nunca tinha descoberto. Na altura, o oftalmologista indicou-me que apenas precisava de usar os óculos nas aulas, visto que a miopia que eu tinha não era ainda muito elevada. Mas entretanto continuou a piorar e vi-me mesmo obrigada a usar óculos sempre. O problema é que eu nunca me habituei a eles, não porque não goste de me ver de óculos, mas porque acho extremamente desconfortável. Não sei explicar bem porquê, mas acho que tem a ver com as aberturas de lado, sendo que se olhar por lá vejo tudo desfocado e isso faz-me uma confusão tremenda (por exemplo, a descer escadas). Por isso, aos 16 anos comecei a usar lentes de contacto e, desde então, são as minhas melhores amigas. Na altura disseram-me que quando chegasse aos 18 anos as dioptrias iriam estabilizar, o que não aconteceu. Depois disseram que aos 21 talvez parasse de aumentar. Entretanto tenho 26 anos, um astigmatismo para juntar à colecção e dioptrias que não param de crescer. E isto é uma chatice porquê? (Para além de todas as razões óbvias.) Porque ainda há cerca de um mês e pouco encomendei lentes para seis meses e já sinto que preciso de mudar a graduação. Durante o dia não tenho quaisquer problemas em ver o que está no computador, mas quando preciso de ver ao longe é para esquecer. E agora, que hei-de fazer? Ainda tenho lentes para quatro meses e aquilo ainda é bastante caro. Mas é cada vez mais difícil sentir que me esqueci das lentes em casa quando estou com elas colocadas. Raios parta a miopia.

Sim ou não? #11

PUMA x Careaux Basket Strap (disponíveis a 7 de abril)

Sim ou não?

terça-feira, 28 de março de 2017

A pensar nos dias quentes

Hoje acordámos com nevoeiro e um frio nada característico da Primavera, por isso vesti collants e um vestido de quase-Inverno, calcei umas botas e peguei no casacão. Mas a minha vontade era outra... Eu só queria enfiar as sandálias, um vestidinho cheio de flores e está a andar. Eu gosto de frio, gosto da roupa mais quente, reconheço-lhe um conforto inigualável. Mas já não me apetece! Já estou cansada de todas as minha roupas e sapatos, estou farta de vestir collants, já não posso com a minha cor transparente. Por isso, venham os vestidos e as perninhas ao léu, pode ser? E estas pecinhas aqui em baixo também, já agora.

{Podem clicar nas imagens para ir para o site, onde há algumas destas peças com desconto — ainda por cima!}

Sou só eu?

Sou a única pessoa que não acha grande piada àquela coisa das histórias (ou "stories") das redes sociais? Começaram por aparecer no Instagram, uma cópia descarada do Snapchap — rede social a que nunca liguei nenhuma. Agora também existem no Messenger do Facebook. Mas que raio? Não acho mesmo piadinha nenhuma no Facebook e no Instagram também não sou grande adepta e raramente uso. E olhem que eu que trabalho na área... Mas não consigo ver grande utilidade naquilo, principalmente agora que estão em tooodo o lado. E vocês? O que acham?

segunda-feira, 27 de março de 2017

Muito cor-de-rosa

É engraçado que hoje em dia eu goste tanto de cor-de-rosa, porque lembro-me de ter uns 15 anos e detestar! A minha cor preferida penso que sempre foi verde — ainda é. E houve uma altura em que eu só vestia essa cor. Hoje em dia sou bastante mais abrangente, mas gosto cada vez mais de apontamentos em cor-de-rosa. Não só na roupa, mas também em acessórios, na decoração, aqui no blogue... enfim, em tudo um pouco. Acho uma cor tão bonita e com tantos tons diferentes que me parece impossível não ter gostado dela em tempos idos. São tempos que já lá vão e hoje apeteceu-me andar à procura de coisinhas que demonstrem este meu "pink love".


Gosto TANTO

Vi esta camisola no site da Mango e fiquei rendida! Adoro mesmo, mesmo. A cor é maravilhosa, gosto da palavrinha a branco, gosto dos folhos... Bem, está a ser bastante difícil resistir. Também existe em amarelo e cor-de-rosa com outras palavras.

aqui

Cérebro masoquista

{texto escrito há algumas semanas}

Passaram 11 semanas, 78 dias e muitas, muitas horas, mas mesmo assim o meu cérebro continua masoquista. Eu peço-lhe para esquecer, digo-lhe que já passou, mas ele não quer. Ele quer memorizar, quer saber como seria agora, quer saber números, semanas, datas, e outros pormenores que eu lhe peço constantemente para esquecer. E digo-lhe, sempre, que o futuro será melhor, que um dia haverá algo que apagará toda a dor, todo o desespero. Mas ele responde-me que é demasiado cedo, que precisa de recordar cada minuto do que se passou. Porquê? Porque é, claramente, um cérebro masoquista. E eu também.

sábado, 25 de março de 2017

E eis que...

Este mísero blogue chegou ao meio milhão de visitas: 500 mil vezes que alguém passou por aqui. Suponho que não seja sempre a mesma pessoa, por isso acho que até há bastante gente que gosta de me ler, ver e conhecer. E isso é bom, mas também profundamente estranho. Eu preferia que houvesse menos gente e, principalmente, que não passasse por aqui tanta gente que me conhece, porque fico sem saber como reagir. Fico sem saber sobre o que posso ou não escrever ou mesmo como abordar certos assuntos. Mas estou cada vez mais apostada em acabar com os filtros, porque esta sou eu, este blogue é meu, e se não for para poder escrever o que quero e bem me apetece então ele não me serve para nada. Mas isso ficará para outro post. Este é só para vos agradecer, espero que continuem a gostar de passar por aqui! Os números não me interessam, de verdade, mas gosto de saber que há gente desse lado e adoro receber os vossos comentários, os vossos feedbacks (bons e maus). Gosto de saber que há por aí alguém e apesar de muitas vezes me apetecer terminar com o blogue (essencialmente por causa da exposição que ele me trouxe), a verdade é que continuo por aqui :)

De manhã é que começa o dia #45

Bom fim-de-semana!

E nunca esquecer:


{Uma boa frase para mim que sou a pessoa mais medrosa de todos os tempos.}

sexta-feira, 24 de março de 2017

Saldos de meia estação — Pull&Bear

E agora, os saldos da Pull&Bear, onde se encontram coisas bem giras e preços simpáticos. Gosto especialmente da malinha com estrelas e do vestido que me parece óptimo para o calor que se espera.

aqui

Saldos de meia estação — Mango

Das escolhas da Zara, passamos à Mango e, honestamente, acho que desta vez não temos muita escolha. O que até é de estranhar na Mango, que tem sempre coisas tão giras e descontos bem bons! Mas ficam algumas coisinhas que não me parecem nada mal.

aqui

Saldos de meia estação — Zara

Há alguns anos que as lojas começaram a fazer estes saldos de meia estação, que ocorrem quando estamos a navegar de uma estação para outra. Eu já cheguei a aproveitar promoções mesmo boas, mas ultimamente as minhas visitas ao centro comercial têm sido mesmo muito poucas e apenas para ir ao supermercado (ninguém disse que ser adulta era fácil). Mas gosto de ver o que anda pelas lojas para saber se vale a pena fazer uma visita e, para isso, recorro às maravilhosas lojas online. Aqui estão algumas coisinhas que eu acho que valem a pena, começando pela Zara, voltarei com as escolhas das outras lojas.

aqui

Não se nega comida a ninguém

Estava eu a almoçar num restaurante perto do trabalho quando entra um senhor já com os seus 60 ou 70 anos (sou péssima com idades). A funcionária do restaurante começa a falar para ele, a dizer para ele ficar sossegado ali sentado e não chatear ninguém. Achei estranho. Não gostei da maneira como ela falou com ele, achei mesmo muito bruta e eu nunca falaria assim com ninguém. Mas se calhar eu não sou exemplo, porque sou super mole (ou doce, como diz o meu amor). Entretanto, ele pediu uma sopa e ela respondeu logo que não, que não lhe ia dar outra sopa, que ele já tinha ficado a dever uma a semana passada. Tão rude, tão violenta, aquilo custou-me mesmo. Depois pergunta-lhe se ele tem dinheiro. Ele disse que não e ela atirou um "então vai buscar!". O senhor deixou-se estar sentado, sem dizer nada. Mas aquilo ficou-me a doer (já disse que sou mole?). Custou-me verdadeiramente, porque acho que não se nega comida a ninguém. Muito menos uma sopa de menos de 2€. Eu sei que pode haver um histórico, que ele pode ter dado problemas antes, que pode andar sempre a pedir. Mas caraças, uma sopa? Acabei de comer — a custo, que já tinha as entranhas todas revolvidas com a situação — peguei em 2€ e dei ao senhor. Disse-lhe para comer a sopa. Ele sorriu e agradeceu. Só nessa altura consegui ver a cara do senhor directamente. Parecia-me uma pessoa absolutamente normal, com alguma idade apenas. Depois saí. Espero honestamente que ele tenha comido a sopa, mas não me importa realmente. Só gostava que fossemos todos um bocadinho mais sensíveis. Não tanto como eu, por favor, que isto faz mal a qualquer um. Só um bocadinho mais humanos.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sonhando alto

Com malinhas tão lindas quanto caras. Estas são todas da Coach, uma marca que diz que é bastante boa, eu não posso opinar com conhecimento de causa, até porque as minhas malas são todas de marcas 20 vezes mais baratas, mas consigo ver que pelo menos bem giras elas são. Gosto de todas! Diz que há uma lojinha outlet no Freeport, tenho de ver se dou lá um saltinho a ver se há algo que se adeque à minha carteira.

Não recomendo

Abriu ao pé do meu trabalho uma espécie de restaurante (é só uma banca) de tapioca, a Beiju. Vocês já devem estar fartos de ouvir falar, mas eu não conhecia e, como achei curioso, decidi experimentar. Sem saber se tinha boa fama, a quem pertencia ou sequer se existia noutros locais. Pedi uma com nutella — a minha paixão por nutella vai para lá do possível. Mas, minha nossa, aquilo é a coisa mais difícil de comer de sempre! Que dificuldade. Vi-me grega para conseguir comê-la sem me sujar toda e foi em vão: sujei as botas, a mala e ainda o cabelo. Sendo que nem sequer consegui comer tudo, porque estava tudo colado ao cartão. Acho que não é preciso dizer que não gostei, porque já se deve ter percebido. Com isto tudo nem consegui entender bem se gosto da "massa" ou não, até porque tinha tanta nutella que não sabia a mais nada. E com os nervos que aquilo me causou nem consegui apreciar. Depois de pesquisar fiquei a saber que a dona é a Rita Pereira e que as opiniões não têm sido muito favoráveis. Há quem diga que é por ser dela que dizem logo mal, mas olhem, eu não fazia ideia e a minha opinião já era esta. Provavelmente não voltarei, até porque a minha sanidade mental me impede disso.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Vamos implementar uma distância de segurança, por favor

Pessoas que nas filas de supermercado se colam a mim e quase me empurram (às vezes empurram mesmo) porque estão cheeeeias de pressa. Será que acham que vai ser mais rápido assim? É que não vai. E isso enerva-me profundamente porque eu nem sequer gosto muito de pessoas, quanto mais quando estão incrivelmente perto de mim e, às vezes, até a tocar-me. Que horror. Distância de segurança, pessoas, pode ser?

Quero e preciso

Porque vou cerca de três vezes por semana ao ginásio e as minhas calcinhas estão a dar as últimas. Porque já experimentei várias marcas, desde Primark a Asics, e não há melhores do que as da Oysho. Quero isto tudo em S se faz favor.


Coisas que me irritam

Comprei os meus Puma Basket Heart assim que saíram, quando ainda ninguém falava sobre isso. Partilhei aqui no blog já em novembro passado o quanto gostava deles e no dia em que saíram lá fui eu em busca do meu número e comprei-os logo. Foi amor à primeira vista, já há mais de três meses. São de uma marca que pouca gente fala e eu nem sequer ligo muito, mas gostei dos ténis e pronto, comprei. Mas ultimamente, minha nossa, anda TUDO a falar sobre eles, principalmente agora que começaram a surgir em mais cores. E eu já começo a tremer só de pensar que vão ser os novos Stan Smith (coisa que eu quase previ já em novembro — vejam nos comentários). Não é que eu me importe por aí além, mas a verdade é que não adoro andar igual a toda a gente, não é coisa que me agrade propriamente. Até ver, a única pessoa que sei que os tem é a minha irmã, que é uma imitadora do pior — sorry mana, mas és mesmo :D E a Carolina Patrocínio que tem uns de cada cor oferecidos pela marca. Mas espera-se o pior, oiçam o que vos digo. E depois lá tenho eu que levar com comentários que só visto roupa de lojas de má qualidade e só uso ténis "da moda". Olha, paciência, ao menos pode ser que fique também com a fama de lançar tendências.

terça-feira, 21 de março de 2017

Desejos aleatórios #7

Mais desejos completamente aleatórios — só porque é terça-feira, está um dia cinzento e ontem começou a Primavera. {Se bem que esta malinha aqui em baixo mais valia estar numa lista de desejos altamente improváveis de acontecer.}


Viseu

O fim-de-semana foi passado por Viseu, com uma passagem pela Barragem da Aguieira, Santa Comba Dão e pela Batalha. Gosto mesmo muito destes fins-de-semana passados a passear e a conhecer sítios novos deste país. São cansativos, sem dúvida, mas gosto tanto! Ficam algumas fotos.


sexta-feira, 17 de março de 2017

Sempre a motivação

Tenho ido ao ginásio regularmente, tenho tentado trabalhar mais os braços que tinha deixado um pouco esquecidos. Parei de fazer o desafio six-pack, porque as minhas costas começaram a queixar-se, mas já tenho outra coisa em mente. Entretanto sinto que preciso de renovar o meu equipamento, mesmo! Quando fiz o trail (ou trekking) na Arrábida estraguei as minhas calças preferidas, outras de que gosto muito andam-me a irritar porque me estão sempre a cair (comprei o M sei lá porquê e não têm cordão para apertar) e entretanto sobram-me apenas umas de que gosto e que são perfeitas. Mas não chega... Por isso, aqui fica alguma motivação e algumas necessidades. Os ténis são absolutamente lindos, pena o preço.


Há quatro anos na minha vida

Minha querida Maisie <3

quinta-feira, 16 de março de 2017

Passatempo Phillippe by Almada — o(a) vencedor(a)

Terminou ontem à meia-noite o Passatempo que oferecia um conjunto com um leite corporal, um creme de mãos e um creme de rosto da marca Phillippe by Almada. O(a) vencedor(a) foi escolhido de forma aleatória através do random.org e eu já sei quem é! Querem saber também? Ora então, vamos a isso.

O(a) vencedor(a) é...


quarta-feira, 15 de março de 2017

Quem gosta de sabrinas?

Não sou grande apreciadora de sabrinas, se querem que vos diga não tenho nem um par delas! E nunca usei sequer. Até gosto de ver noutras pessoas e acho que são um tipo de calçado que se adequa a várias situações — e devem ser tão confortáveis e práticas. Mas nunca comprei nenhumas e nem sei como escolher umas. Tenho ideia que há muitos modelos diferentes e depois existem as mais simples, as mais arrojadas, as mais caras e as mais baratas. Mas lá está, não percebo nadinha do assunto e se quisesse comprar umas nem iria saber para que lado me virar. E será que são mesmo imprescindíveis como se diz? O que acham vocês?

Destas aqui em baixo: quais as vossas preferidas?

terça-feira, 14 de março de 2017

Sim ou não? #10

Zara, 25,95€ (aqui)

Então: cantemos!

No fim-de-semana vimos também alguns filmes, incluindo Mamma Mia (que vi pela 3252ª vez e ADORO!) e o Sing, um filme de animação que saiu há relativamente pouco tempo. O filme é completamente doido, uma loucura de histórias e emaranhados que por vezes se torna difícil seguir. Não é um filme espectacular, é até demasiado parvo, mas a parte final vale muito a pena. Ver aqueles bichinhos todos a cantar é bem giro.


segunda-feira, 13 de março de 2017

Desejos aleatórios #6

Ténis que nunca são demais — e eu gosto tanto dos da New Balance (já viram que estes são tão baratinhos?). Uma loção que tem ar de cheirar muuuito bem. Uma capa tão gira para o querido iPhone. Um quadro luminoso tão a minha cara. E uns Adidas tão giros a que tenho tentado resistir. É a wishlist aleatória da semana!


This is us

Começámos a ver na sexta-feira passada e ficámos rendidos. Uma série que nos agarra desde o primeiro episódio. Que já me fez rir e até emocionar. E ainda só vi 4 episódios. Diz que já há 17 disponíveis e tem estado a dar na Fox Life. Eu recomendo mesmo muito, já há muito tempo que não gostava tanto de uma série!

sábado, 11 de março de 2017

À tua espera, Primavera

O calor começa a aparecer e eu começo, muito de fininho, a tirar as peças mais fresquinhas do roupeiro. Esta semana já comecei devagar a colocar os casacões de lado e a andar só com uma camisola e um casaquinho. Mas ainda meio a medo, porque o calor está a chegar, mas bem devagarinho. No entanto, a pesquisa por peças mais à Primavera está totalmente permitida e até se aconselha. Foi só por isso que me pus a ver pecinhas na ASOS, a minha loja online preferida.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Pink love us

Eu adoro cor-de-rosa, por isso toda eu dou pulinhos de entusiasmo quando vejo as lojas a encherem-se desta cor. Ele é rosa velho, rosa bebé, rosa choque, tons de rosa por todo o lado e em todo o tipo de peças. Se vocês também gostam, aqui estão várias opções de três lojas que podem ir namorando.

De manhã é que começa o dia #44

Bom dia <3

quinta-feira, 9 de março de 2017

New in

Estou in looooove e mortinha por usar tudo :)

aqui

Sim ou não? #9

Eu acho-as amorosas :)

Sandálias Miu Miu, 270€

10 coisas que (provavelmente) não sabem sobre mim #5

1 - Não bebo qualquer tipo de álcool
2 - Não consigo deitar-me sem lavar os dentes
3 - Entrei num anúncio do Mc Donald’s e num do Intermarché
4 - Não fui um bebé planeado
5 - Fiquei sem avós aos 21 anos
6 - Sou extremamente desconfiada
7 -  Tive um coelho chamado Musashi
8 - A minha marca preferida é a Shiseido
9 - A coisa que gosto menos em mim é o nariz
10 - O que gosto mais são os olhos

{Mais coisas sobre mim aqui.}

Há um passatempo a decorrer por aqui

Por isso não se esqueçam de participar! Ainda por cima é super simples e os produtos são maravilhosos. Juro que sim — tenho-os usado quase todos os dias e salvaram as minhas pernas doridas do trail do fim-de-semana.

Participem aqui.



{Os produtinhos que estamos a oferecer. Cliquem neles para saberem mais!}

De manhã é que começa o dia #43

É tão isto.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Help me!

Tenho dois picos num dedo da mão. "Ganhei-os" durante o meu trail pela Arrábida, porque tivemos que levar com montes de árvores e arbustos e sei lá mais o quê. Muitos tinham picos e acabei por ficar com estes dois extremamente teimosos infiltrados dentro da minha pele. Aquelas coisas que só me acontecem a mim, sabem? A questão é que agora (e porque eu tentei tirá-los...) estão dentro de bolhas. Portanto tenho duas bolhas que me doem num dedo, com picos pretos lá dentro. Não consigo tirá-los nem por nada e começo a ficar com medo que estejam a infectar. Aiiiii. Alguém sabe o que posso fazer? E por favor não me mandem para o médico, estou faaaarta de médicos até à ponta dos cabelos.

Look #127: in nature

When one tugs at a single thing in nature, he finds it attached to the rest of the world.


Hoje trago-vos um look fotografado pelo Portinho da Arrábida no passado Sábado. Adoro esta zona, nem vos consigo explicar o quanto! É linda, tem a parte da serra e o mar, a praia maravilhosa, o silêncio, a calma... tudo. Se não conhecem, façam favor de ir lá visitar, é mesmo muito bonito. Sobre o look decidi usar um vestido de Verão de que gosto tanto com uma camisola quentinha por cima, collants cor de pele e a última aquisição em calçado, estas botas tão giras que tinha prometido que vos mostrava melhor. Eu gostei muito do resultado e também das fotografias :) Espero que gostem também.

De manhã é que começa o dia #42

Bom dia :)

{Hoje temos look por aqui!}

terça-feira, 7 de março de 2017

Tempo precisa-se

Tenho dois looks para vos mostrar, um ainda do fim-de-semana passado em Monsanto e outro deste fim-de-semana pela Arrábida. Mas e tempo para seleccionar as fotos e essas coisitas todas? Vou tentar arranjar uns minutinhos hoje... Isto claro depois de sair do trabalho, depois de ir tratar do meu carro que acendeu uma luz esquisita e ainda ir ao veterinário com a Freya ver se está a melhorar bem. Lá para a meia-noite portanto.

Ler mais: Março

Chegámos a Março e chegou a altura de vos actualizar quanto às minhas leituras. Só para vos recordar: o meu objectivo é ler pelo menos 12 livros este ano, um por mês. Mas em Janeiro não correu muito bem e, em Fevereiro, continuei a ler o mesmo livro. Livro esse (aqui) que só terminei no passado Sábado. A culpa foi minha (claro), mas também do facto de ser um livro grande, de não ter muito tempo livre e, honestamente, de não ter gostado grande coisa do livro. Houve uma altura em que parei simplesmente de o ler durante dias e dias. Mas retomei e terminei-o. Como disse, não gostei muito do livro, achei-o até demasiado enfadonho nalgumas partes e não gostei quase nada da história. Mas adiante. Em Março gostava muito de conseguir ler dois livros para começar a apanhar o ritmo. Comecei no Domingo a ler o "Sono" do Murakami e até ver estou a gostar. Como é um livro bastante mais pequeno, espero começar a ler também o terceiro livro deste ano em breve. Vamos ver!

Como vão vocês de leituras? Têm algum livro assim mesmo espectacular para me recomendar?

De manhã é que começa o dia #41

Bom dia!

segunda-feira, 6 de março de 2017

Desafio six-pack #8

Já há alguns dias que não vos punha a par sobre este meu desafio, mas tenho estado a cumprir à risca. Há três dias que faço 1 minuto de prancha e hoje passo para 1 minuto e meio. Há dias em que me custa horrores, há outros em que se faz muito bem. Até agora estou a gostar de ter este pequeno desafio comigo própria e espero que, pelo menos, surta alguns resultados. Dia 12 de 30, aqui vou eu!


{Amanhã é dia de descanso, iei.}

Vinde a mim livrinhos!

Na sexta-feira quando cheguei a casa tinha a cama cheia de livrinhos novos que tinham acabado de chegar. Que felicidade! Tinha-os escolhido uns dias antes e optei por pedir uns da Agatha Christie, de quem já li uns 20 livros, e uns que me faltavam do Murakami. Entretanto, no Sábado terminei o livro que estava a ler e comecei este aqui em baixo: "Sono" do Murakami. Estou a gostar. É pequenino, mas parece-me interessante e já andava curiosa para o ler há algum tempo.

Aqui ficam as aquisições mais recentes:

O meu primeiro trail (ou será trekking?)

Este fim-de-semana foi passado pela Arrábida, entre descanso e muitas aventuras. No Sábado fomos almoçar a Setúbal e seguimos para o Portinho da Arrábida onde íamos ficar. Eu adoro aquela zona, tem natureza, tem mar, tem praia, tem tudo o que preciso. Passámos a tarde toda a passear pela praia, a tirar fotos (tenho um look para vos mostrar) e a explorar. Depois voltámos a Setúbal para jantar e, de volta ao Portinho, fomos descansar. Apesar de darem muita chuva para o fim-de-semana, no Sábado teve um dia maravilhoso. Domingo acordou bastante mais cinzento, mas nós queríamos ir fazer um trail ou trekking, um trilho pelo meio da Natureza vá. E fomos. Saquei uma aplicação no iPhone que tem vários trilhos e escolhemos um de 6km. No final, acabámos a fazer mais de 8km, saímos do trilho várias vezes, vimos o mar lá ao fundo, subimos imenso, descemos também, tivemos medo de javalis (há muitos por ali), caímos (eu estatelei-me de queixo no chão), trouxemos várias arranhadelas e nódoas negras, mas tanta felicidade! Houve uma certa altura em que pensámos que não íamos sair dali, tal era a densidade de mato, mas lá conseguimos, nem sei muito bem como. Foi tão divertido, cada vez que caí ri-me sem parar. E apesar de estar cheia de alergia nas pernas, com picos nos dedos e arranhões sem fim, ia já hoje outra vez :)


De manhã é que começa o dia #40

Good morning, flying heads.

domingo, 5 de março de 2017

Desejos aleatórios #5

Já não vou às compras há tanto, tanto tempo que começo a ressacar! Começo mesmo a precisar de me enfiar num centro comercial e correr as lojinhas todas, só porque sim. Enquanto não me dá para isso vou-me entretendo com as coisinhas online. Aqui ficam os desejos completamente aleatórios deste fim-de-semana.



{Cliquem nas imagens para saber mais.}

De manhã é que começa o dia #39

Bom Domingo :)

sábado, 4 de março de 2017

No meu iPod #123

De manhã é que começa o dia #38

Fim-de-semana e diz que vai estar um gelo!

sexta-feira, 3 de março de 2017

Adeus iPhone 5S, olá iPhone 7

Já tinha o meu iPhone 5S há mais de três anos, comprei-o praticamente quando saiu e foi o meu primeiro telemóvel da querida (e cara como tudo) Apple. Não sou fanática da marca, mas admito que adoro os seus produtos. Adoro a rapidez, adoro a simplicidade e sinceramente, se puder, prefiro iPhones a outros telemóveis. No entanto, não tinha qualquer objectivo de comprar o 7. A minha ideia era comprar o próximo que saísse — fosse o 7S, o 8 ou outro qualquer. O meu querido 5S estava bom, não estava como novo, claro que não, mas servia perfeitamente. Mas quis o destino (ou a minha parvoíce) que ele caísse pela 35249 vez e se partisse. Foi-se. Eu entrei em negação, disse que estava óptimo, que servia perfeitamente — mesmo com o vidro todo cheio de líquido, todo espatifadinho. Disse que não ia comprar outro telemóvel, recusava-me. Disse que não precisava de telemóvel, de todo! (Eu sou engraçada às vezes). Mas o meu amor disse que não, que precisava de falar comigo, um querido, que íamos comprar um telemóvel. Fui mais rápida a decidir que telemóvel queria do que a escolher umas calças. Fomos a duas lojas e rapidamente ficou decidido que seria o 7, em prateado e com 32gb, que chega perfeitamente. Na altura de escolher uma capa decidi que seria melhor ter mesmo uma da Apple, para que proteja melhor e dure mais. Mas só havia vermelha e preta — veio a preta. Mas eu sou a mulher das capas, tinha montes para o 5S, mostrei-vos aqui as que tinha na altura, sendo que agora já tinha mais. Para este decidi que não quero ter muitas, nada disso, quero antes ter poucas, mas boas. Só daquelas que protegem totalmente o telemóvel e que não fiquem sem cor na primeira semana. Posto isto, fica aqui o extensivo estudo de mercado que fiz. Gosto muito de todas estas aqui em baixo, mas estejam à vontade para me sugerir marcas assim mesmo, mesmo boas (e giras, claro).

Look #126: por Monsanto


Estas são o meu tipo preferido de fotografias, as que são tiradas quando ando a passear, de forma espontânea, em locais pelos quais vamos passando e dos quais vamos gostando. Estas foram tiradas no passado fim-de-semana quando visitámos Monsanto, a aldeia mais portuguesa de Portugal. Gostei tanto, mas tanto. Sente-se uma paz incrível por lá e tem uma vista maravilhosa. O castelo é bem lá no cimo e por lá há ainda outros bonitos pormenores para visitar e explorar. As fotos podem até não mostrar da melhor forma o look, mas mostram a paisagem e um bocadinho desta aldeia que me conquistou por completo.

De manhã é que começa o dia #37

Love, love, love :)

quinta-feira, 2 de março de 2017

Isto é tão bom!

Por causa do La La Porto, que está muito giro, acabei a ver este vídeo aqui em baixo. Já é de Janeiro, da altura dos Globos de Ouro, mas se calhar alguns de vocês ainda não o viram. E eu não podia deixar de partilhar este tesouro convosco.

De manhã é que começa o dia #36

Tricky mind... 
É memorizar isto aqui em baixo:

quarta-feira, 1 de março de 2017

Desafio six-pack #7

Ontem foi dia de descanso e ainda bem, porque tenho dores que vocês nem imaginam por causa do crossfit na segunda-feira. Mas hoje parece que tenho de fazer 45 segundos de prancha... Vamos lá ver como corre (ou se corre sequer).

No meu iPod #122



Acabei por fazer as pazes com o La la land e agora estou para aqui a ouvir isto sem parar.

Passatempo Phillippe by Almada

Lembram-se deste post em que vos mostrei os produtinhos que a Phillippe by Almada me enviou? Entretanto já os experimentei todos (tenho usado o creme de mãos quase todos os dias e o creme de corpo também) e estou tão satisfeita que achei que vocês também iam gostar de receber um presente destes. Por isso, em parceria com a marca tenho um conjunto para vos oferecer! Inclui um leite corporal, um creme de mãos e um creme de rosto. Podem conhecer todos os benefícios dos produtinhos e saber mais sobre a marca no site ou no post que partilhei convosco.
Para participar é muito, muito simples:
1) Colocam um gosto na página de Facebook da Phillippe by Almada
2) Colocam um gosto na página de Facebook aqui do blogue
3) Preenchem o formulário em baixo com os vossos dados

O(a) vencedor(a) será escolhido aleatoriamente através do Random.org.
Boa sorte!



Podem participar até dia 15 de Março!

De manhã é que começa o dia #35

Hoje temos passatempo aqui pelo blogue! Tenho a certeza que vão gostar :)